Utilização de Softwares por Fonoaudiólogos no Rio Grande do Sul

Karoline Weber dos Santos, Renata Adams Fernandes, Geane Grapiglia Ferreira, Carolina Sturm Trindade, Deisi Cristina Gollo Marques Vidor

Resumo


Objetivos: Averiguar a utilização de softwares na prática dos fonoaudiólogos no Rio Grande do Sul. Métodos: Realizou-se um estudo transversal, com os fonoaudiólogos registrados no conselho regional de fonoaudiologia da 7a região, com aplicação de um questionário on line, onde se obteve dados sobre: formação; cidades e áreas de atuação; objetivos e reação dos pacientes quanto ao uso dos softwares na prática clínica.  Resultados: Dos dados coletados, verificou-se que 62,5% profissionais utilizam softwares, sendo a maioria localizada na região metropolitana e Porto Alegre. As especialidades mais citadas na utilização de softwares foram linguagem, motricidade orofacial, disfagia e audiologia, com principal finalidade terapêutica, havendo uma boa aceitação pelos pacientes. Conclusão: Foi possível demostrar que a utilização de softwares pelos fonoaudiólogos no Rio Grande do Sul contribui no processo terapêutico, baseando-se em uma metodologia diferenciada da prática convencional, uma vez que apresenta uma boa receptividade pelos pacientes. 


Palavras-chave


Fonoaudiologia; Tecnologia da Informação; Informática Médica

Texto completo: PDF


Journal of Health Informatics - ISSN 2175-4411
Rua Tenente Gomes Ribeiro, 57 - sala 33 CEP 04038-040 São Paulo - SP - Brasil
Tel./Fax: + 55 11 3791 3343 - E-mail: jhi@sbis.org.br