Percepções sobre instrumentos de coleta de um Sistema de Informação

Ricardo Bezerra Cavalcante, Juliana de Jesus Silva, Josiane de Alcantara Azevedo, Hélida Silva Salomé, Fabrícia Almeida Diniz

Resumo


Esse estudo buscou analisar como os profissionais da Estratégia de Saúde da Família (ESF) percebem os instrumentos de coleta do Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB) e as utilizam. Estudo de abordagem qualitativa, onde se entrevistou 61 profissionais de equipes de saúde da família de um município de médio porte. A coleta de dados foi realizada baseando-se em roteiro semiestruturado por meio de entrevistas gravadas. Empregou-se a Análise de Conteúdo, modalidade Temático-categorial, para análise dos dados. Verificou-se que as fichas A e D não são reconhecidas em sua importância pelos profissionais da ESF e seu preenchimento é inadequado, gerando informações de baixa qualidade. O SIAB deve evoluir numa perspectiva que vai além do aprimoramento tecnológico e da atualização/adequação de seus instrumentos de coleta. Deve ter seu fluxo estruturado a partir do envolvimento da comunidade e equipe multidisciplinar e estabelecer a cultura do planejamento local a partir dos dados coletados.


Palavras-chave


Estratégia de Saúde da Família; Sistemas de Informação; Atenção Primária à Saúde

Texto completo: PDF


Journal of Health Informatics - ISSN 2175-4411
Rua Tenente Gomes Ribeiro, 57 - sala 33 CEP 04038-040 São Paulo - SP - Brasil
Tel./Fax: + 55 11 3791 3343 - E-mail: jhi@sbis.org.br